Bichectomia: Tudo o que você precisa saber antes de se decidir e marcar uma consulta

Neste artigo, separamos as principais dúvidas sobre esta cirurgia para afinar o rosto, com respostas diretas ao ponto. Sua resposta provavelmente está aqui.

Escrito por

Doutor Igor Passaglia

Cirurgião Plástico formado no Instituto Ivo Pitanguy e USP/SP, que são as principais instituições de Cirurgia Plástica do Brasil e estão entre as mais prestigiadas do mundo, tendo como principal mestre Prof. Ivo Pitanguy.

Para que serve a Bichectomia (a cirurgia para afinar o rosto)?

A bichectomia é um procedimento cirúrgico realizado por cirurgiões plásticos para reduzir o tamanho das bochechas, tornando o rosto mais fino, destacando assim sua definição.

Como é feita a bichectomia?

É realizado uma pequena incisão na boca e removido parcialmente a gordura da região da bochecha – a chamada bola de Bichat, com média de 3 a 5 ml. As suturas são realizadas com fio absorvível, não sendo necessário sua retirada.

Pode retirar apenas a metade da bola de Bichat ou é obrigatório sua retirada total?

Normalmente, é realizada uma remoção parcial da bola de Bichat, o volume a ser removido deve ser suficiente para fornecer ao paciente um benefício estético.

Quanto tempo dura a Bichectomia?

O procedimento dura cerca de 30 a 40 minutos e pode ser feito com anestesia local.

Pra quem é mais indicado essa cirurgia para afinar o rosto?

Geralmente, pacientes magros e com o rosto arredondado têm maior benefício com a técnica. Contudo, há exceções. Um cirurgião plástico especializado em face poderá avaliar e te indicar a melhor cirurgia.

Quem não pode fazer Bichectomia?

Pacientes com infecções locais, cardiopatias severas, alterações de coagulação, problemas hepáticos e renais graves.

Quanto tempo demora para ver o resultado depois da cirurgia?

Nos primeiros 3 dias pode ocorrer edema e algumas áreas podem ficar roxas. Após 4-7 dias geralmente, atividades sociais e trabalho podem ser plenamente retomados, desde que não exijam esforço físico. Atividades aeróbicas leves são liberadas após duas semanas e academia entre 3 e 4 semanas. A recuperação total se dá após três meses do procedimento.

Tem como reverter?

Não, a cirurgia é irreversível. Por isso é importante avaliar criteriosamente a necessidade do paciente em realizar o procedimento e executá-lo de forma correta.

O que fazer após a cirurgia e como diminuir o inchaço, melhorando os resultados?

Nos primeiros dois dias após a bichectomia é aconselhado compressas geladas e dieta líquida/pastosa. Alimentos gelados como sorvetes e sucos são indicados, pois ajudam a diminuir o edema na região. Após o terceiro dia uma dieta com alimentos sólidos já pode ser retomada.

O paciente deve manter repouso, evitar esforços físicos e falar o menos possível. As compressas com gelo e os medicamentos indicados pelo cirurgião também ajudarão na recuperação.

Como dormir após a Bichectomia?

Na primeira noite de sono após a cirurgia é recomendado que você se deite com a cabeça levemente levantada, também ajudando a evitar o edema.

Bichectomia envelhece ou pode “cair o rosto”?

A bichectomia não envelhece quando bem indicada. Por isso a importância da consulta com seu Cirurgião e do diagnóstico e avaliação precisa.

O que pode dar errado em uma Bichectomia?

O alvoroço em torno das maravilhas do procedimento, capaz de afinar o rosto, vem acompanhado de um alerta: tal cirurgia oferece riscos, como infecção, sangramento, lesão nervosa e lesão no ducto da glândula parótida. Procure um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica,  aconselho que ele seja especializado em face, assim como eu. Aqui está meu currículo.

Quanto custa uma Bichectomia em São Paulo – SP?

Tudo dependerá dos profissionais, da estrutura envolvida e da complexidade do seu caso. Os valores poderão ser fornecidos após consulta médica e avaliação individualizada.

Dr Igor Passaglia

preencha o formulário para ser direcionado ao nosso whatsapp

Seus dados só serão usados para agendamento de consulta. Não enviaremos mensagens promocionais.